terça-feira, março 28, 2006

Vampiros de Energia, por Vera Caballero

Todos nós os conhecemos, sabemos como são, como se vestem, como agem e seus propósitos: sugar o sangue de suas vítimas, pois só assim sobrevivem. Esses são os vampiros dos filmes, seres errantes de capa preta e grandes dentes, ávidos por sangue, que andam pelas sombras em busca de suas vítimas. Mas existe um tipo de vampiro que convivemos diariamente - os vampiros de energia. Eles podem ser nosso irmão, marido ou esposa, empregado, amigo, vizinho, gerente do banco, ou seja, qualquer um do nosso convívio. Eles roubam energia vital, comum no universo, mas que eles não conseguem receber. Mas, afinal, por que estas pessoas sugam nossa energia? Bem, em primeiro lugar a maioria dos vampiros de energia atua inconscientemente, sugando a energia
sem saber o que estão fazendo. Isso acontece porque elas não conseguem absorver as energias das fontes naturais e ficam desequilibradas energeticamente. Quando essas pessoas bloqueiam o recebimento destas energias naturais (ou vitais), precisam encontrar outras fontes mais próximas, que nada mais são do que as pessoas ao redor. Na verdade, quase todos nós, num momento ou outro da vida, quando nos encontramos em um estado de desequilíbrio, acabamos nos tornando vampiros da energia alheia. Como identificar e combater essas pessoas? Ruim é quando nos identificamos com um destes... mas todo mundo sabe, que ninguém e bom ou ruim o tempo todo. Até pq se fosse já estariam no céu ou no inferno definitivamente.

Nenhum comentário: