sexta-feira, setembro 09, 2011

Fazer o bem e amar ao próximo

A pedido de uma amiga estou publicando esse post em homenagem a população da Somalia que realmente precisa de ajuda!

Olha o que ela escreveu:

´´Pessoal... vcs q tem blog.. alem das materias que vcs tem sobre moda, kate princesa, gisele e etc , vamos tirar um postzinho no dia e colocar uma materia sobre fazer o bem e amar ao proximo ! A Somalia declarou fome a 50% da sua populacao..se nao temos como fazer nada daqui, vamos ajudar da maneira como podemos. Acabei de me tornar colaboradora dos MEDICOS SEM FRONTEIRAS e estou ajudando uma crianca desnutrida por mes... melhor sensacao nao ha , principalmente sabendo que nesse momento 50% da Somalia passa fome. Todos deveriam sentir essa alegria!! Eh apenas 1 real por dia, R$30 por mes ...isso nao eh nada no nosso dia a dia com o lanchinho de cada dia e bolsinha Louis Vuitton, mas eh a chance de vida de cada dia dessas pessoas!! Espalhem no blog de vcs ou no meio de comunicacao q tiverem.. beijos !!! ´´

Dito e feito!
É so acessar esse site http://www.msf.org.br/ e se inscrever, foi o que a Mari disse é só R$1,00 por dia

quarta-feira, julho 20, 2011

Feliz Dia do Amigo

Amigo é coisa para se guardar, do lado esquerdo do peito, debaixo de sete chaves, dentro do coração, ensina Milton Nascimento. Existem muitas definições para a amizade. Segundo o Dicionário Aurélio, amizade é um sentimento fiel de afeição, simpatia, estima ou ternura entre pessoas que geralmente não são ligadas por laços de família ou por atração sexual.

Estas duas definições, se não são definitivas, dão uma boa idéia do que seja a amizade. Amigos são importantes na vida de qualquer pessoa. São eles que riem conosco na alegria e nos consolam na tristeza. Elogiam nossos acertos e não têm medo de criticar nossos erros. O bom amigo está ao nosso lado não na hora boa ou ruim, mas na hora certa. São pessoas a quem queremos muito bem e com as quais esperamos dividir muitos momentos na vida. E sempre foi assim, amigos sempre fizeram a diferença na vida do ser humano.

Dedico essa mensagem a todos os amigos que numa grande corrente de energia positiva me deram forças pra continuar.

segunda-feira, julho 04, 2011

QUERIDOS AMIGOS,

Vcs não imaginam a felicidade de poder ter meu filho de volta em casa. O resultado da tomografia mostrou que a redução do coágulo, que ainda está lá, foi muito pequena, mas mesmo assim recebeu alta. Segundo o neuro, agora não tem mais chances dele aumentar. Próximo passo: 30 dias de repouso e nova tomografia para nova avaliação.

A dor na cabeça ainda vai ficar por um tempo, para isso, vai tomar medicação diária pra amenizar. Como ficou deitado por 8 dias, sente alguns desconfortos como: incomodo pela luz, fraqueza e flacidez nas pernas, tonteira ao levantar, barulhos e sons incomodam. Mas tudo isso aos poucos será superado.

Esta primeira semana estaremos nos readaptando em casa e nos preparando para esse período de recuperação. Algumas visitas aos médicos estarão em nossa agenda. Levará um tempo até que nossa rotina volte ao normal. Já não estarei mais fazendo um relatório diário como fiz no CTI, pq agora vcs poderão saber noticias através do próprio, tem coisa melhor do que isso.

Hoje sei que não é só o Roberto Carlos que tem 1 milhão de amigos, Gabriel e eu tb temos. Cada mensagem de apoio, cada oração, cada visita, aqueceram, confortaram meu coração de mãe e me deram esperanças em momentos que eu quase a perdi.
Espero poder agradecer a cada um de vocês pessoalmente. Assim que Gabriel tiver alta médica para voltar à vida social, faremos uma grande festa para comemorar a o 2º nascimento do Klein, estão todos convidados.

Meu eterno agradecimento a todos sem exceção.

Solange

quinta-feira, junho 30, 2011

CTI - UMA EXPERIÊNCIA RUIM (eu diria péssima)

Encontrei esse texto na internet, retrata bem o que sentimos quando temos alguem querido no CTI ou UTI.

Um mal-estar súbito. Calafrios, fraqueza muscular, tremores difusos, sem controle. Deixa-se de ser dono de si mesmo neste instante, quando o corpo diverge do que se pode querer com a razão e o coração. Quando o corpo não obedece mais e se desvia do padrão de normalidade a que se está acostumado.

Vem a internação. Um hospital - da melhor qualidade, escolhido a dedo pelos familiares - onde se deve permanecer até que o médico dê a ordem da alta. Mas, é um lugar frio, impessoal, sem cores, sem quadros nas paredes, sem vida (sem vida para salvar vidas, não se compreende muito bem).

No apartamento ainda os familiares, os pertences pessoais, a vontade sendo satisfeita na medida do possível e dentro das ordens médicas, as visitas e os telefonemas. Ainda se ouve risos, vozes, conversas.

Instabilidade no quadro clínico, completa perda de poder sobre o corpo e sobre a vontade. Respostas não esperadas do corpo, do orgânico, da hemodinâmica. Toda a parafernália à disposição: tubos, oxigênio, soro, e até uma campainha para chamar a enfermagem.

Não é o bastante. Carece-se de uma atenção mais intensiva. Transferência para o Centro de Tratamento Intensivo - CTI. Passa-se a ter uma atenção mais dolorida neste momento. Dói estar só. Dói estar longe da família e dos amigos. Dói estar sem referência, sem nenhum pertence que poderia identificá-lo. Dói para o paciente e para sua família.

O paciente lá dentro, completamente protegido dos vírus, das bactérias, dos vermes, das contaminações diversas. Protegido, também, do carinho, do amor. Colocado em uma redoma fria e monótona, distante do mundo caloroso dos contatos humanos.

A família do lado de fora, a chorar (sem saber que o paciente lá dentro também chora e chora sozinho) imaginando a dor do doente e sentindo a sua própria dor.

São dores. Dores surdas, que ecoam na alma e se expressam nas lágrimas, nos batimentos cardíacos, na pulsação da tristeza. Que se fazem notar nos olhos caídos, no olhar baixo, na redução do tônus muscular.

Não. Não pode ser aquele lugar um lugar apropriado. Não pode ser aquele lugar um lugar que restaura a vontade de viver. Talvez seja apenas um lugar que sirva para aproximar a pessoa doente de Deus, porque só Ele pode permanecer ali, junto e de mãos dadas todo o tempo, a velar em silêncio o sono induzido de quem sofre.

terça-feira, junho 28, 2011

DOR

Hoje eu tenho a maior dor do mundo, a dor de uma mae que espera que seu filho não se perca no vale da morte e encontre de volta o caminho de casa. Não mais me pergunto porque, sei que Deus, essa força maior sabe a resposta. Não tenho certeza de nada, apenas sei que meu amor pelo meu filho é a minha energia e que ele é a minha vida. Não digo nada que qualquer mãe nao diria, apenas repito. Olhar pra ele em uma cama de hospital em um frio e distante CTI, me deixa mais do que arrasada, me deixa impotente dai minha grande dor. O som que me vem a cabeça é aquele angustiante de uma baleia no fundo do mar. Procuro manter pensamentos elevados, nao pensar naquela possibilidade, e se????? No topo de algum lugar, existe uma espada apontada para meu filho, ela balança... eu vejo apenas o brilho em sua lâmina. Mas faço força pra que aquele briho soturno se torne um feixo de luz, energizado pelos anjos da guarda.
Não acredito que estamos passando tudo isso em vão. Tem que haver uma razão e uma justa razão de ser. Nesse momento só posso acreditar, que talvez estivessemos precisando nos dizer mais vezes eu te amo. Neste poucos dias de hospital, falei isso mais vezes do que nesses 20 anos. Talvez eu devesse olhar com mais carinho e mais piedade as mães que foram obrigadas a deixar seus filhos partirem, mesmo contra sua vontade, mas pelos designios de Deus.
Tenho pedido orações dos amigos e de todos os credos, sem distinção, porque acredito que a energia positiva é uma só e nesse momento, é o maior presente que todos podem ofertar ao seu amigo, colega, e meu filho Gabriel.
Certamente que todos as mensagens carinhosas e religiosas, chegarão de uma forma ou de outra aos superiores celestes e se voltarão em beneficio para meu filho.
Aos 10 anos de idade ele também esteve em uma crise muito sério e com riscos. Pensei que nunca mais passariamos por situação igual. Na minha arrogancia humana, acreditei que isso era coisa do passado, qundo agora bate a nossa porta, as mesmas dificulades.
Mas vamos todos numa grande corrente de fé, acreditar que nosso fotógrafo, skatista, jogador de futebol americano e meu filho, estará de volta em uma grande comemoração pela vida.
Que Deus nos abençoe e ouça nossas preces.

segunda-feira, junho 20, 2011

Capítulo - O Amor

Amores eu tive muitos e paixões também. Em cada um encontrei uma flôr e em cada flôr um espinho. De todos retirei uma canção, que enfeitaram meu carrossel de ilusões.

Bem que essa frase poderia ter sido letra de música, mas não é. Essa é a maneira que encontrei de começar a falar de amor. Nossa! Olho pra tras e vejo que de todos só 4 me encantaram de verdade. Romperam a barreira da minha vaidade e tocaram meu coração. O segundo viria a ser o pai do meu filho. Amor tardio, mas intenso de paixão. Nossas músicas: Garoto Maroto (Alcione)e Bem que se quis (Marisa Monte) Frase: Deus no céu e ele na terra. Com ele a medida que eu ensinava, aprendia tudo. Sabia que não seria eterno, mas como desejei que fosse... Lembrança: nosso casamento numa igreja em ruinas, só nos dois e os morcegos voando no teto. Romantico e ingenuo. Sei que naquele momento fui amada por ele, mas sua juventude gritava mais alto e ele preferiu prolongar sua imaturidade. No seu abandono, chorei por 1 ano, acreditando que ele voltaria. Nosso sonhos se foram, mas restou nosso filho, fruto de amor, juventude, vida e beleza.

O terceiro amor, foi o homem que me surpreendeu, com charme e elegancia. Não era bonito, nem romantico, mas ao seu lado eu tinha a sensação de que nada de mal iria me acontecer. Porque ele estaria sempre ao meu lado. Mas o tempo passou e mais um vez não consegui construir meu castelo. Mas foi importante conhecer alguem que me mostrou que o amor pode surgir nas situações mais inesperadas.

O quarto um espetáculo, bonito, rico, maduro, com o espirito de adolescente. Nossa música: Velha Infância (Tribalistas) Nosso point: Arpoador. É divertido estar ao lado de uma pessoa que está sempre de bem com a vida e que juntos voces sempre sorriem. Jantar a luz de velas, rosas na hidro, vinho, perfume francês... Cenário perfeito para um grande amor, só falava a torre Eiffel, mas como Angra não é Paris, as luzes não permaneceram acesas. E o que era doce se acabou.

Mas o primeiro... aquele que precisei que os anos se passassem pra descobrir que foi o grande amor da minha vida. Esse eu perdi, porque os outros me perderam. Eu não soube reconhecer a grandeza desse amor e a importancia que eu tinha na vida dele e ele na minha. Sempre desejei lhe dizer porque eu parti, mas nao sabia aonde encontrá-lo. Até que um dia, o encontrei e pude dizer o quanto eu me arrependi de não ter ficado ao seu lado. Sei que o mundo da voltas, to esperando o mundo ficar de cabeça pra baixo e ai .. quem sabe?????

Minhas paixões, só rindo, relâmpagos, vibrantes, apaixonantes, engraçadas, dramáticas... Muitas músicas embalaram: Music and me (Michael Jackson), Tonight's the night (Rod Stewart), Oh Me, Oh My (B.J. Thomas), Alone Again (Naturally) Gilbert O'Sullivan, Please don't say goodbye (Christian), How Deep Is Your Love (Bee Gees), Just the way you are (Barry White), Me and Mrs. Jones (Billy Paul), Careless Whisper (George Michael), Me And You (Dave McLean),Take me now (Bread & david gates, How Can I Go On (Freddie Mercury and Montserrat), Goodbye Yellow brick Road (Elton John), I should have know better (Jim Diamond), Do you wanna dance (Johnny Rivers, entre muitas outras.

domingo, maio 08, 2011

Capitulo - A Maternidade

Descobri minha gravidez muito cedo, por isso ela demorou mais que 9 meses. rsrsrs Sai do laboratório com o resultado nas mãos e uma alegria imensa no coração. Queria poder colocar na 1ª página do jornal, pra que todo mundo soubesse. Como isso não era possível, me contentei em contar para uma desconhecida que estava ao meu lado no ônibus. Desde menina sonhava em ser mãe. Dizia que não passaria dos 30 sem realizar meu sonho. E foi exatamente assim que aconteceu. Mas não poderia ser assim, com um desconhecido ou por um descuido. Eu queria que fosse fruto de um amor de verdade.

Ter filho de uma experiência ruim deve ser muito difícil. Porque lembro de uma amiga que engravidou aos 15 anos, quando isso ainda era um choque mais do que é ainda hoje. Eu presenciei a briga dos pais e o estado de tristeza que ela ficou, quando seu filho nasceu, nem chegava perto daquela criança que como ela dizia, acabou com a sua. Quem teve que criar aquele bebe lindo foi a avó, a quem ele chamava de mãe. O pai??? Foi expulso do colégio por isso. Acabou se metendo com drogas e saiu pelo mundo. Isso me deixou muito impressionada.

Queria muito que minha mãe tivesse conhecido o neto em vida, mas não aconteceu. Mas quando ainda estava grávida tive um sonho com ela me mostrando o quarto lindo que tinha montado pro meu filho, com enfeites, berço, roupas, etc... Acho que de certa forma, ela pode estar por perto. Ela dizia que seu maior sonho era ter um neto e esperava de mim, porque meu irmão, certamente não estava interessado em ser pai.

Gostaria de ter aproveitado mais a minha gravidez, mas era um momento difícil na minha vida, minha mãe tinha partido pro andar de cima tinha pouco tempo, o pai do meu filho, já mostrava sinais de que não ficaria ao meu lado e eu ali sozinha. Os medos e sustos de uma 1ª gravidez foram superados com a ajuda de amigos muito queridos. Sinto falta de alguns, mas a vida nos faz seguir caminhos diferentes e perdemos contato, mas nunca me esqueço do carinho que tiveram comigo nesse período. Gina & Mario, por exemplo, foram muito generosos no afeto que me deram e no 1º ano de vida do meu filho. Outras pessoas também foram importantes, como a madrinha do meu filho, mas aos amigos de jornada dedicarei um outro capítulo.

Não existe nada mais difícil do que criar um filho. Não existem regras, bulas, manuais, nada... Só a sua intuição, a sua experiência, a sua vivencia, que pode ser muita ou pouca. Ajuda externa sempre é bem vinda, mas quando vc não as tem, tem que se virar. Minha mãe sempre me dizia que a pata da galinha não fere seu pintinho. E é verdade, agente acaba achando uma maneira de cuidar da nossa cria. Pode ter certeza de que eles sobrevivem a nossa inexperiência. A máxima, é que devemos criar os filhos para o mundo. Eu não conheço uma mãe que tenha conseguido isso plenamente. Seja como for, é uma experiência única e amor de mãe é realmente incondicional.

Por acaso hoje é dia das mães, talvez por isso eu tenha tido vontade de escrever esse capitulo justamente hoje. Já sai com meu filho, já almoçamos juntos, enfim comemoramos, fizemos o ritual de praxe. Mas o mais importante é que eu sei que todos os dias estamos juntos, não digo só fisicamente, mas em sintonia e super ligados. De todas as formas tentei dar ao meu filho o melhor de mim, também tentei dar a ele as melhores condições para que ele possa seguir na vida por si próprio. Erros todas as mães cometem, mas por amor, portanto todas devem ser perdoadas.

Quando eu era jovem, tinha vontade de ter 5 filhos, queria a casa cheia, aquela bagunça toda na mesa, arvore de Natal cheia de presentes... Mas quem pode ter 5 filhos, com o custo de vida alto e as dificuldades de hoje em dia. Teria tido mais um filho se tivesse tido a oportunidade de ter um casamento estável, como não aconteceu e o tempo passou, fiquei no filho único. Só sei dizer que tive a sorte de saber o que é ser mãe. Hoje penso em minha mãe e dou um valor inestimável a cada momento vivido ao seu lado. Penso que a maternidade é capaz de nos dar uma força de uma leoa e sabedoria de uma coruja.

sexta-feira, abril 22, 2011

Começando o 4º livro.

Finalmente depois de muito pensar, aqui estou eu, iniciando um novo projeto. Ao longo da minha vida, escrevi 3 livros: "Dramas e glórias de 3 mulheres", "Uma cabeça para um brinco" e "Carrossel". Ainda estou pensando num titulo, estou quase perto dele, mas ainda é cedo pra definir.

Mas... falando dos meus livros que perdi no incêndio do apto que morava com minha mãe, o primeiro foi o que mais me envolveu. Surgiu de um papo entre 2 amigas e eu. Estávamos de bobeira no meu quarto e eu como sempre fui muito viajandona, típico de aquariana e comecei a imaginar nos três 10 anos depois. Naquela época, novinhas, era o máximo que conseguíamos imaginar, isso ja nos achando velhas kkkkk Elas gostaram tanto do que ouviram, que me disseram pra escrever um livro. Uma delas correu pra me emprestar a maquina de escrever e em 6 meses conclui o livro. Dramas e glórias de 3 mulheres.

As idéias surgiam e eu pegava o que tivesse nas mãos pra escrever, antes que a idéia fugisse. Usei papel higiênico, fósforo queimado,... qualquer coisas que pudesse usar para escrever. Essas três personagens Sylvia, Morgana e Lis.

Hoje acho que é meio banal, já vi centenas de novelas que se parecem com meu livro, mas na época foi o maximo e tinha alguns trechos que foram fascinantes de escrever.

Voltando...

1º personagem Sylvia: era uma mulher independente, que se casa 2 vezes, era tão independente que não conseguia se fixar num casamento. É uma fotografa que viaja o mundo em busca do melhor angulo. Ela se envolve com um homem ciumento que ao se sentir desprezado por ela, enlouquece e num desatino, se tranca num quarto de hotel, se cerca das fotos dela e poe fogo em tudo.

2ª personagem: Morgana: arquiteta, loira, linda, sempre cercada de admiradores. Casa com um colega de faculdade, mas que não consegue projeção na carreira como ela e isso o deixa muito incomodado. Ela cada vez mais ascende em sua carreira e está num dia muito feliz, a inauguração de um shopping center que é um projeto seu. O que ela não poderia imaginar, é que seu marido iria sabotar o projeto o que causa um desmoronamento bem no dia da inauguração, deixando inúmeras vitimas e sua carreira abalada.

3ª personagem: Luana: uma professora, com uma vida comum, casa-se e tem 2 filhos, é a típica dona de casa. Mas em um determinado momento se questiona se não deveria mudar tudo. Aquela vida certinha e pacata começa a não fazer muito sentido. Quando ela vai fazer um curso de pintura em Paris conhece um jovem estudante que também estava de passagem e aos pés da Torre Eiffel se apaixona a primeira vista. Logo eles terão uma tarde de amor inesquecível.

No livro elas se encontram depois de 10 anos e contam o que viveram nesse período. É assim que o livro começa e se desenvolvem as historias de cada personagem.

... continua

terça-feira, março 01, 2011

Me, myself, and I. (pra você me conhecer um pouquinho mais)

Signo: Aquário (19/fev) Ascendente: Libra
Prato: Salmão
Fruta: Manga
Cor: Branco
Flor: Rosas
Hobby: Fotografia
Filhos: Gabriel (amor eterno)
Perfume: Pacco Rabanne (masculino) e Chanel n° 5
Estação do Ano: Verão (quando não está muito quente)
Um lugar: Suíça (um cartão postal)
Programa de índio: Praia no final de semana
Filme: Hair, Bagdá Café e Blade Runner
Viagem: Austrália (meu sonho)
Livro: Nosso lar (gosto muito de ler)
Frase: Amanhã é um novo dia.
Saudade: Minha mãe (adotiva)
Uma fase linda: Meus 23 anos (no auge de tudo)
Não saio de casa sem: Filtro solar
Melhor carnaval: Todos
Arma de sedução: Sorriso e o olhar
Amigos: Poucos (qualidade é melhor que quantidade)
Homem bonito: Richard Gere, Brad Pitt, Antonio Banderas e Robert Redford
Mulher bonita: Angelina Jolie e Paola Oliveira
Música: Circle of Life (E. John) e Freedom (G. Michael)
Filosofia de vida: Viver de acordo com a sua verdade para que amanhã, não culpe os outros pela sua infelicidade. E porque ninguém vai viver nosso sonho.

terça-feira, fevereiro 15, 2011

Um passado feliz, agente nunca esquece.

Hoje falei com o homem que foi o grande amor da minha vida e de quem nunca eu deveria ter me separado. Soltei aquele grito na garganta, que ficou preso por anos. Falei pra ele da minha saudade, do meu arrependimento... E de que nunca, em todos esses anos eu o esqueci. Acho que agora consegui fechar esse ciclo com ele. Pelo menos quando nos encontrarmos na próxima encarnação estaremos mais maduros e resolvidos.

Outras paixões eu tive ao longo da vida, com certeza, mas sentimento verdadeiro foi aquele que vivemos e que a nossa imaturidade deixou se perder. Fico feliz de ter tido a oportunidade de dizer para ele o vazio que ele deixou na minha vida e que o lugar dele jamais foi ocupado.

E viva ao Amor.................

domingo, janeiro 02, 2011

2010 - 2011 Mensagens Diversas Registro

Recebi inumeras mensagens de Boas Festas, pelo correio, orkut, emails, celular etc. Obrigada a todos pelo carinho e votos de tempos melhores. Irei colocando algumas mensagens no blogg. Não vai dar pra colocar todas, mas quem naoc tiver a sua postada nao fique triste pois todas estão guardadas no coração. FELIZ 2011 pra todos nós.

Msn GEORGIA (fotógrafa)
Olá, Solange!
Obrigada pela mensagem, amiga!
Foi muito bom ter lhe conhecido e reintegrado o mundo da fotografia no meu dia a dia. Você me ajuda a manter viva esta vontade.
Obrigada pelas dicas enviadas ao longo do ano.
Que 2012 lhe traga prosperidade, realização de projetos e saúde para curtir tudo.
PAZ E MUITA FÉ. FELIZ ANO NOVO!
Beijos, Geórgia

Msn REGIS (mvst)
Oi So....já faz um tempinho que não nos falamos.....estou passando pra desejar um Ano Novo com muita saúde, paz, realizações de sonhos seus e do Biel....
Um grande beijo no seu coração com saudades....

Msn MONICA (Austrália)
feliz ano novo pra voces e muitas saudades! beijos

Msn NANI (sobrinha-prima)
Feliz Ano Novo para vocës!!! Paz!!!
Muito Amor!!!
Muita Saude!!!
Prosperidade!!!
Tudo o que voce desejar!!!
Beijos!!!

Msn MARILIA (caxias)
filizzz ano novo migaaaaa

Msn GI (impa)
Feliz Ano Novo, que Deus te abencoe e te guarde, que o proximo ano seja tao bom quanto este, com muitas felicidades e vitorias! Um Beijo enorme!!

Msn FRAN (impa)
Obrigada Sooooolllllllllllllllllllllllll!!!! Muita saúde , paz e amor para vocês no novo ano, viu!!!!!
Te adoroooooooo:))))

Msn CLAUDIA (Alemanha)
Oi Sô
um Feliz Natal e Prospero Ano Novo pra voe e o Biel! Estamos afogando em neve por aqui. Espero que voces estejam bem. Beijos

Msn RO (Suiça)
Muita Paz e Alegria Neste Natal.Bjs

Msn MARCELO (orkut)
mt obrigado pelo carinho
um excelente natal
e um 2011 sensacional pra vc e sua família
abção

Msn RICARDO (puc/rj)
A cura do mundo reside no nosso modo de ver e perceber as pessoas a nossa volta. Que 2011 possamos sentir esta ligação com todos que amamos, Feliz 2011.

Msn FUCA (fotógrafo)
Feliz ano novo.